Hubittat (home).png

​RUA SALDANHA DA GAMA, 225

HARMONIA

CANOAS/RS

(51) 3415.4073

© 2019 HUBITTAT. Todos os direitos reservados.

Buscar

Ferramentas de inovação são utilizadas no socorro das famílias do Morro da Cruz

O coronavírus foi mudando a realidade mundial pouco a pouco até se tornar uma pandemia e chegar ao Brasil. As quarentenas e o isolamento social tiraram as pessoas das ruas, fecharam comércios e interromperam a circulação em ambientes públicos. Enquanto a preocupação com a saúde e a preservação de vidas aumenta, as famílias, que sobrevivem de trabalhos informais e “bicos”, passaram a conviver com dificuldades imediatas de sustento, impossibilitadas de prestar certos tipos de serviços.

Foi a partir deste cenário compartilhado com um pedido de ajuda pela presidente da Associação Coletivo Autônomo Morro da Cruz, Lúcia Scalco, no dia 17 de março, que a startup social Moeda do Bem, apoiada pelo laboratório de inovação HUBITTAT, criou uma forma de aproximar-se das comunidades ainda mais vulneráveis diante desta nova realidade e facilitar o socorro às necessidades materiais mais urgentes nesse momento. Utilizando ferramentas de pesquisa on-line, georreferenciamento e análise de dados com inteligência artificial, a equipe desenvolveu um questionário com perguntas que, divulgado por aplicativo de smartphone para toda a comunidade do Morro da Cruz, em Porto Alegre, passou a trazer informações básicas sobre a realidade econômica das famílias e suas demandas emergenciais. “Neste momento em que a orientação é o distanciamento social, colocamos a tecnologia para chegar perto de pessoas que estão pedindo socorro”, destacam Adriano Panazzolo e Daniella Cordeiro, cofundadores da Moeda do Bem e do HUBITTAT.


Em dois dias, com os dados levantados e a integração à plataforma da Moeda do Bem, passou a ser possível visualizar os resultados das pesquisas aplicadas em tempo real, com transparência, e realizar doações direcionadas às prioridades levantadas*. Paralelamente, a Associação iniciou o levantamento de estabelecimentos na região para aquisição de cestas básicas, medicamentos, produtos de higiene pessoal e doméstica, auxiliando também a movimentar o comércio local. Segundo Lúcia, a partir do “cruzamento das informações das famílias e suas necessidades urgentes, a Associação está providenciando as compras com o valor arrecadado e a distribuição na comunidade”.


A ação “Que a solidariedade contagie mais que o vírus” continua em andamento. Todas as informações estão disponíveis em www.moedadobem.com.br e, em breve, serão incluídas o resultado das primeiras entregas.


* As pesquisas foram iniciadas na quarta-feira, 18 de março à noite, e o site para doações foi ao ar na tarde da sexta-feira. Até o fechamento desta matéria, em dia 23 de março, 182 famílias haviam respondido ao questionário, contabilizando mais de 800 moradores.


#doe #emergenciacoronavirus #façapartedessarede #moedadobem #morrodacruz #vensermoedadobem #fazerobemfazbem #inovação #inovaçãoaberta #oinors #hubittat